Mantenha seus dados sempre atualizados. Efetue a atualização na página da Secretaria.
Bem-vindos!
19 de Agosto de 2018

Acesso Restrito:

Login:   Senha:  
   
     

 

Busca:

Digite o termo para busca:

 

 

Nossa História

 

 

 

Ata de fundação

 

Às vinte horas do dia nove de maio de um mil, novecentos e noventa e cinco da E\V\, no imóvel da Av. Francisco Prestes Maia de número novecentos e cinqüenta e quatro, centro, no oriente de São Bernardo do Campo, estado de São Paulo, a coberto de vistas profanas, reuniram-se os IIr\ ao final nomeados, qualificados e identificados, para o fim especial de fundar uma loja Maçônica do Or\ de São Bernardo do Campo (SP).

 

Assumiu a presidência dos trabalhos o Respeitab\ Ir\ José Carlos Vincenzo, e tendo a questão da fundação desta nova Oficina já ter sido analisada ao longo do tempo, assentaram os IIr\ as seguintes deliberações, aprovadas por unanimidade: o título distintivo da loja será “AUGUSTA E RESPEITÁVEL LOJA SIMBÓLICA NOVE DE MAIO DE SÃO BERNARDO”, sua sede social será na Av. Francisco prestes Maia, de número novecentos e cinqüenta e quatro, centro, no oriente de São Bernardo do Campo (SP); a loja trabalhará nos graus simbólicos do Rito Escocês Antigo e Aceito e realizará suas sessões às segundas-feiras às vinte horas, funcionando provisoriamente no imóvel da Av. Francisco Prestes Maia, número novecentos e cinqüenta e quatro, centro, no oriente de São Bernardo do Campo (SP). Os presentes aprovaram também o estandarte cuja interpretação e descrição é a seguinte: Tecido de fundo na cor azul claro, contendo na parte superior na cor azul Royal a frase: À G\D\G\A\D\U\. 

 

Logo abaixo na parte central baseado no estandarte do município de São Bernardo do Campo, no qual constam, a figura do bandeirante João Ramalho, fundador da cidade, com seu traje e armas características da época, e no lado direito a figura do cacique Tibiriçá, chefe da aldeia indígena que habitava a região, ambos segurando o escudo da loja na cor azul Royal, que contém no centro o esquadro e o compasso na cor dourado, na posição de aprendiz no seu núcleo também em dourado a letra “G”, acima do escudo a muralha de um castelo representando a força e proteção dos IIr\ com uma única porta no centro para entrada e saída, em sua parte superior a cruz egípcia, ou Crux Ansata, a chave da vida (cruz da imortalidade ou continuidade da vida), lateralmente a este escudo sobe pelo lado esquerdo um ramo de oliveira simbolizando a paz, pelo lado direito um ramo de loureiro, símbolo da imortalidade e da glória, unidos acima pela estrela de cinco pontas na cor dourada, representando a ascensão espiritual do homem, no seu núcleo o número nove na cor preta que representa o nome da loja.

 

Abaixo entre as figuras e o escudo, o título distintivo da loja escrito em uma faixa vermelha com letras douradas, abaixo a data da fundação em algarismos romanos, e mais abaixo unindo os ramos à faixa vermelha contendo a frase em latim “Non Ducor, Duco” que significa “Não sou conduzindo, conduzo”. O timbre será um círculo largo em vermelho, contendo o nome da loja em dourado com a data de fundação em algarismos romanos, e no centro do círculo o triangulo contendo o “Olho que tudo vê” ao centro, ao qual saem raios dourados.

 

A diretoria que dirigirá a Loja até sua regularização ficou assim constituída: V\M\ Prov\ Resp\ Ir\ José Carlos Vincenzo, 1o Vig\ Prov\ Resp\ Ir\ Vicente Moscatelli, 2o Vig\ Prov\ Resp\ Ir\ Milton Postiglioni, Orador Prov\ Resp\ Ir\ Sidson Guirro, Secr\ Prov\ Resp\ Ir\ Francisco Antonio Coco, Tesoureiro Prov\ Resp\ Ir\ José Carlos Martinez Serrote, Chanc\ Prov\ Resp\ Ir\ Renato Bechara, M\C\ Prov\ Resp\ Ir\ Conrado Zambrini Filho, G\T\ Prov\ Resp\ Ir\ Ariovaldo Vitor de Fraia e 1o Diac\ Prov\ Resp\ Ir\ Leonel Neleo de Benedetti.

 

Tendo em vista a necessidade de a Loja estar vinculada a uma Potência Maçônica para poder regularmente desenvolver os seus trabalhos, deliberaram os fundadores, por unanimidade, requerer a regularização e filiação desta nova oficina, simultaneamente à de seus membros, ao Grande Oriente do Brasil, na jurisdição do Grande Oriente de São Paulo para o seu regular funcionamento provisório e junto ao Grande Oriente do Brasil para obtenção da Carta Constitutiva. Já sob a presidência do V\M\ Prov\ e nada mais havendo a tratar foram os trabalhos encerrado em paz e harmonia como é de costume antigo e de tudo, eu Francisco Antonio Coco, M\M\ Secr\ Prov\, lavrei e assino o presente balaústre, que vai assinado também por todos presentes a seguir relacionados, identificados e qualificados.

 

Oriente de São Bernardo do Campo (SP) aos nove dias do mês de Maio de um mil novecentos e noventa e cinco da E\V\.

 

Francisco Antonio Coco M\M\

 

Secret\ Prov\

 

DIRETORIA PROVISÓRIA

 

- José Carlos Vincenzo M\I\

- Vicente Moscatelli M\M\

- Milton Postiglioni M\M\

- Sidson Guirro M\M\

- Francisco Antonio Coco M\M\

- José Carlos Martinez Serrote M\M\

- Renato Bechara M\M\

- Conrado Zambrini Filho M\M\

- Ariovaldo Vitor de Fraia M\M\

- Leonel Neleo de Benedetti M\M\

- José Manoel Canhisares A\M\

- Chung Han Cho A\M\

 

À Diretoria provisória.

A.R.L.S NOVE de MAIO de S.B. do CAMPO - Todos os direitos reservados